Método dos Dedinhos

Um método completo para o desenvolvimento de fala, linguagem e alfabetização para crianças e adolescentes com dificuldades de comunicação.

O MÉTODO DOS DEDINHOS foi desenvolvido em 2012  a partir de intervenções terapêuticas com crianças com Síndrome de Down. Tais intervenções apoiadas em gestos manuais começaram a auxiliar o desenvolvimento de fala e de linguagem desta população. O método carinhosamente nomeado de Método dos Dedinhos, teve início com gestos específicos para cada fonema da língua portuguesa, e assim foi nomeado DEDINHOS SIGNS. As crianças começaram a desenvolver-se na área de fala e assim interligado ao DEDINHOS SIGNS, foram criados gestos específicos para os principais elementos de conexão da nossa língua, como artigos, preposições e conjunções, sendo nomeado MÉTODO DOS DEDINHOS.

Em 2013 os Métodos foram registrados e reconhecidos pelo Ministério da Cultura e Biblioteca Nacional do Estado do Rio de Janeiro. Os Métodos começaram a ser conhecidos em importantes congressos e palestras e assim em 2016 foram iniciadas as capacitações para profissionais da área de fonoaudiologia e de educação infantil. Os Métodos apresentam 46 cartas específicas para cada fonema e elementos de conexão. Além disso o PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO DEDINHOS SIGNS, é mais um recurso para o planejamento de terapias. No ano de 2017 o Método apresenta mais um recurso: DEDINHOS ABC, um novo método para prontidão de leitura e escrita para profissionais, alunos e pacientes com dificuldades de comunicação.

Um método completo para o desenvolvimento de fala, linguagem e alfabetização para crianças e adolescentes com dificuldades de comunicação.

Erika Campos é fonoaudióloga clínica, formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) desde 1995.

É especialista em voz (CEFAC), disfagia e em Síndrome de Down pelo CEPEC – Dr. Zan Moustacchi.

Atualmente é Mestranda em Educação Especial pela Universidade Fernando Pessoa – Portugal.

É autora dos Métodos dos Dedinhos.

Atua em clínica com crianças com Síndrome de Down, Autismo, Apraxia de Fala na Infância, Transtornos do Desenvolvimento de Linguagem.

É professora em diversos cursos de pós graduação e também nas Capacitações dos Métodos dos Dedinhos e Dedinhos Plus.

Em 2013 os Métodos foram registrados e reconhecidos pelo Ministério da Cultura e Biblioteca Nacional do Estado do Rio de Janeiro. Os Métodos começaram a ser conhecidos em importantes congressos e palestras e assim em 2016 foram iniciadas as capacitações para profissionais da área de fonoaudiologia e de educação infantil. Os Métodos apresentam 46 cartas específicas para cada fonema e elementos de conexão. Além disso o PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO DEDINHOS SIGNS, é mais um recurso para o planejamento de terapias. No ano de 2017 o Método apresenta mais um recurso: DEDINHOS ABC, um novo método para prontidão de leitura e escrita para profissionais, alunos e pacientes com dificuldades de comunicação.